Esse artigo tem como objetivo exemplificar como as faltas (frequência dos alunos), são calculadas.


O i-Educar possui duas forma de coletar a frequência dos alunos: Por dia e Por disciplina.


Abaixo vamos explicar como cada uma funciona

 

Por dia


Este tipo de coleta de frequência geralmente é utilizado cursos de Educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, quando existe um professor regente na turma que trabalha com várias disciplinas. 

Quando a série possui essa configuração, o professor regente registra as faltas dos seus alunos por dia, uma única vez para todas as disciplinas.


Como funciona o cálculo da frequência 'Por dia'?


O i-Educar considera duas informações para realizar este cálculo: Quantidade de dias letivos da série e Total de faltas do aluno.


A fórmula do cálculo é:


(((Quantidade de dias letivos da série - Total de faltas) * 100 ) / Quantidade de dias letivos da série)


Confira um exemplo:


Quantidade de dias letivos da série: 200

Total de faltas do aluno: 10


(((Quantidade de dias letivos da série - Total de faltas) * 100 ) / Quantidade de dias letivos da série)

(((200 - 10) * 100) / 200)

((190 * 100) / 200)

(19000 / 200)

95%


Resultado final nos informa que o aluno atingiu 95% de frequência!

 

Por disciplina

 

Este tipo de coleta de frequência geralmente é utilizado cursos de Anos Finais do Ensino Fundamental e EJA, quando existe um professor para cada disciplina da turma.


Quando a série possui essa configuração, cada professor registra as faltas dos seus alunos por aula e disciplina.


Como funciona o cálculo da frequência 'Por disciplina'?

 

1 - Cálculo da frequência no Boletim Escolar:

 

O i-Educar considera três informações para realizar este cálculo: Tempo das aulas, Carga-Horária anual de cada disciplina e Total de faltas do aluno em cada disciplina.


A fórmula do cálculo é:


(((Total de faltas * Tempo das aulas) / Carga-Horária anual) - 100)


Antes de iniciar o cálculo, precisamos saber o tempo das aulas para transformar este valor em decimal. Digamos que sejam aulas de 45 minutos, será feito o seguinte cálculo:

 

((Minutos por aula * 100) / 60 minutos equivalentes a 1 hora)


((45 * 100) / 60)

(4500 / 60)

75 (Valor de uma hora/falta de 45 minutos em decimal)


Resultado final nos informa que 75 é o valor de uma hora/falta de 45 minutos em decimal!


Pronto! Agora conseguimos fazer o cálculo.


Confira um exemplo:


Tempo das aulas em decimal: 75

Carga-Horária anual de língua portuguesa: 20

Total de faltas do aluno em língua portuguesa: 3


(((Total de faltas * Tempo das aulas) / Carga-Horária anual) - 100)

(((3 * 75) / 200) - 100)

((225 / 200) - 100

(1,125 - 100)

98.8%


Resultado final nos informa que o aluno atingiu 98.8% de frequência em língua portuguesa!


Confira como essa informação é exibida no Boletim Escolar:



2 - Cálculo da frequência geral no Boletim Escolar e Histórico Escolar:

 

A diferença do cálculo 1 para este é que ao invés do i-Educar buscar a Carga-Horária anual de cada disciplina, ele vai buscar a Carga-Horária anual da série.


A fórmula do cálculo é:


100 - ((Total de faltas * Tempo das aulas) / Carga horária anual da série)

 

Confira um exemplo:


Tempo das aulas em decimal: 75

Carga-Horária anual do 6º ano: 800

Total de faltas do aluno em todas as disciplinas: 18


100 - ((Total de faltas * Tempo das aulas) / Carga horária anual da série)

100 - ((18 * 75) / 800)

100 - (1350 / 800)

100 - 1,6875

98.3%


Resultado final nos informa que o aluno atingiu 98.3% de frequência no 6º ano!


Confira como essa informação é exibida no Boletim Escolar: